sábado, 23 de abril de 2016

QUATRO SÉCULOS SEM WILLIAM SHAKESPEARE, SONETO 12 + HOMENAGEM A PRINCE



SONETO 12 

Quando soa o relógio e conto cada hora,
 E vejo em noite horrenda o dia alvo afundar;
 E da flor violeta o seu Abril de outrora,
 E cachos de azeviche, argênteos a branquear;
 E sem folhas, eu vejo altíssimos ramados,
 Que eram, quando calor, os toldos da manada,
 E o verde do estio, já por sarmentos cercados,
 A ir-se no caixão, com barba alva e embotada,
 Ponho-me a perguntar pela tua beleza,
 Que a ruína do Tempo irá, sim, atingir,
Desamparadas hão de estar graças, lindeza,
 Morrendo, ao entrever os novos a florir;
 Só te defenderá da foice do grão Tempo,
 Quando vier ceifar-te aqui, o teu rebento.

Tradução de Renata Cordeiro

-------

HOMENAGEM A PRINCE





5 comentários:

PEQUENOS DELITOS RENOVADOS disse...

Renata.... o mundo se exaspera, ao receber a notícia de uma morte dessas como a do Prince. Artistas são imortais... portanto, o Prince reviverá nas suas danças, canções, vídeos e histórias.
Shakespeare é outro imortal. 400 anos nos separam. 400 anos em que ele é atual. A imortalidade é isso....!!
Beijos e a tradução ficou ótima!!!

João Esteves disse...

Sim, gostei desta sua tradução do soneto shakespeareano, Renata.
Transpor ao vernáculo versos dele, que os compôs em língua de bem pouca afinidade com a nossa, usando um sistema do nosso do nosso quanto a exigências métricas, por exemplo, dispondo os versos em formato conhecido como soneto inglês, e ainda conservar ao máximo possível aquele simulacro de correspondência que satisfaça o leitor é tarefa das mais difíceis, que requer um conhecimento, uma habilidade e eu diria até mesmo uma coragem que você demonstra ter. Parabéns.

Daniel Costa disse...

Querida Renata
O poema, de tua tradução, vem muito a propósito, da morte de Prince. Magnifico soneto de Shakespeare.
Abraço

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Muito obrigada, João Esteves, pelo gentil e fundamentado comentário. Fez-me lembrar os bons tempos da Galeria. Sua presença é uma honra. Volte sempre.
Abraço*

São disse...

Grato abraço pelo excelente post, amiga


Beijinhos e boa semana