terça-feira, 9 de setembro de 2014

ROSA E PROSA, POEMA DE OSWALDO ANTÔNIO BEGIATO



ROSA E PROSA, POEMA DE OSWALDO ANTÔNIO BEGIATO


À flor da pele
Trago muitas flores
E seus perfumes;
Trago muitas dores
E meus ciúmes.


À flor da pele
Te amo de mansinho.
És minha rosa,
Eu sou teu espinho:
- Poesia e prosa!


7 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

09/09/14, ROSA E PROSA, POEMA DE OSWALDO ANTÔNIO BEGIATO.
Renata Cordeiro

Elvira Carvalho disse...

Não conhecia o poeta mas gostei muito deste poema.
Um abraço

Nati Caetano disse...

Boa tarde, Renata!

Vim conhecer teu blog através do amigo Daniel. Me deparo com um maravilhoso blog, lindo poema.

Um bela escolha.

A flor da pele te amo de mansinho, és a minha rosa.

O Amor na alma de um grande poeta.

Abraços !
Nati

MARILENE disse...

Uma não descarta a outra e pode nela estar contida. Sentimentos fortes mantemos à flor da pele. Bjs.

Daniel Costa disse...

Querida Renata
Será assim, como escreveu Oswaldo António Begiato no seu magnífico poema?
Bjs


São disse...

Obrigada, amiga, por este lindo poema!

Bem haja:)

Nati Caetano disse...

Oi Renata! Amiga a cx de seguidores está com problemas, este blog que vc visitou, ainda tem alguns que estavam me seguindo no anonimato.Eu sigo publicamente, não tenho nada a escondder. Pois é , cada uma.Por via das dúvidas, deixei sem a cx de seguidores.
Eu posso linkar seu blog? Caso vc quiser linkar o meu, fique a vontade.
Bjs e obrigada pelo seu carinho e comentários.
Bjs e Boa tarde. Nati