sexta-feira, 16 de maio de 2014

O CORAÇÃO, SONETO DE LUÍS CAETANO PEREIRA GUIMARÃES JR.



O CORAÇÃO, SONETO DE LUÍS CAETANO PEREIRA GUIMARÃES JR.

O coração que bate neste peito
E que bate por ti unicamente,
O coração, outrora independente,
Hoje humilde, cativo e satisfeito:

Quando eu cair, enfim, morto e desfeito,
Quando a hora soar lugubremente
Do repouso final, – tranquilo e crente
Irá sonhar no derradeiro leito.

E quando um dia fores comovida
_ Branca visão que entre os sepulcros erra, –
Visitar minha fúnebre guarida,

O coração, que todo em si te encerra,
Sentindo-te chegar, mulher querida,
Palpitará de amor dentro da terra.

6 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

16/04/14,O CORAÇÃO, SONETO DE LUÍS CAETANO PEREIRA GUIMARÃES JR.
Renata Cordeiro

São disse...

Marisa e Paulinho da Viola , óptimo acompanhamento para um soneto bem romântico.

Enorme abraço , querida Renata

Daniel Costa disse...

Renata

O soneto pressupõe o amor até à eternidade.
Beijos

Evanir disse...

Um dia um certo dia, talvez já não se possa,
nesta vida, recomeçar.
Não deixemos que o tempo passe e,
com ele, a ocasião de recomeçar
um dia que podemos encher de felicidade.
Recomeçar de um ponto de um lugar.
Recomeçar com um gesto, com uma palavra,
com um abraço
O sucesso nessa vida depende de nós ,
mais acima de tudo de Deus.
A você um abençoado final de semana.
Beijos e meu eterno carinho.
Evanir..

Gaja Maria disse...

Coração, este pequeno/grande orgão transbordante de sentimento... Adorei :)

Alexandrino Sousa disse...


Olá Renata,

quando o amor existe e é sincero, sim, por certo será eterno...

Beijo
Alex