domingo, 9 de março de 2014

CANÇÃO DO MAR



CANÇÃO DO MAR

Fui bailar no meu batel
Além do mar cruel
E o mar bramindo
Diz que eu fui roubar
A luz sem par
Do teu olhar tão lindo

Vem saber se o mar terá razão
Vem cá ver bailar meu coração

Se eu bailar no meu batel
Não vou ao mar cruel
E nem lhe diga aonde eu fui cantar
Sorrir, bailar, viver, sonhar contigo



4 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

09/03/14, CANÇÃO DO MAR, de F. de Brito e F. Trindade, interpretada por Dulce Pontes.
Renata Cordeiro

Daniel Costa disse...

Querida Renata, um interessante poema, que além de outras interpretações, e outras mais de Dulce Pontes, uma da boas cantoras da Europa. Digo de Europa porque ela há muito tem um registo de voz, que ultrapassa as fronteiras de Portugal.

Nelma Ladeira disse...

Lindo poema,bailar,cantar!!
Adorei,beijinhos.

Maria Carolina S, disse...

Primeira vez que lhe visito! Adorei...
meigo e com bom fluxo!

beijinhos