sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

O TEU RETRATO, POEMA DE ANTÓNIO NOBRE

Imagem tirada da Net

O TEU RETRATO, POEMA DE ANTÓNIO NOBRE

Deus fez a noite com o teu olhar
Deus fez as ondas com os teus cabelos;
Com a tua coragem fez castelos
Que pôs, como defesa, à beira-mar.

Com um sorriso teu, fez o luar
(Que é sorriso de noite, ao viandante)
E eu que andava pelo mundo, errante,
Já não ando perdido em alto-mar!

Do céu de Portugal fez a tua alma!
E ao ver-te sempre assim, tão pura e calma,
Da minha Noite, eu fiz a Claridade!

Ó meu anjo de luz e de esperança,
Será em ti afinal que descansa
O triste fim da minha mocidade!







Um comentário:

Alexandrino Sousa disse...


Olá Renata,

lindo este poema, mas ainda é cedo para pensar quão triste pode ser o fim da minha mocidade...

beijinho
Alex