domingo, 5 de dezembro de 2010

PODE O CÉU SER TÃO LONGE




PODE O CÉU SER TÃO LONGE


Pedro Abrunhosa


Vesti a luz do teu nome
E chamei-te pela noite

Entraste no meu sono
Como o luar entra na fonte

Trazes histórias e proezas
Dizes que tens tanto para me dar

Deixas sombras incertezas
E partes sem nunca me levar

E de repente, um mar sozinho
Ninguém na margem
Ninguém no caminho
Tão frio...

E o teu beijo mata-me a distância
Ninguém tão perto pode o que o beijo alcança
E o meu corpo chora quando o teu vai embora

Porque o teu mundo é tão longe
Tão longe
Pode o céu ser tão longe
Tão longe
Se a tua voz vibra em mim

Há um deserto que fica
Sou um capitão sem barco

E quando vens pela bruma
Acendem-se as estrelas no quarto

E dizes: trago a luz das sereias
Trago o canto da tempestade

E como o vento na areia
Deitas-te em mim feita metade

E de repente um mar sozinho
Ninguém na margem
Ninguém no caminho
De tão frio...

E o teu beijo mata-me a distância
Ninguém tão perto pode o que o beijo alcança
E o meu corpo chora quando o teu vai embora...

Porque o teu mundo é tão longe
Tão longe
Pode o céu ser tão longe
Tão longe
Se a tua voz vive em mim



9 comentários:

SolBarreto disse...

Linda musica Renata!
Passa uma tristeza, uma trsiteza conformada...sentida e aceita...
Linda mas triste!
Mas meu lado gotico gosta muito rsrsrs

José disse...

Olá Renata!
Obrigada por trazeres aqui o Pedro Abrunhosa, è talvez um dos cantores e compositores que eu mais admiro na musica portuguesa, não é que ele tenha grande voz, para cantar, mas escreve lindas letras, e compõe lindas músicas, e ainda por cima é um homem que toma posições para defender interesses do país.

um beijinho grande,
José.

Luisa disse...

Renata,

A letra desta canção, é muito bonita!

Beijinho

Luísa

Artur Gonçalves Dias disse...

bela escolha cara amiga

cumprimentos

M@ria disse...

Meu especial agradecimento
a cada um de vocês pelo carinho e amizade. Feliz semana e beijos meus! M@ria

poetaeusou . . . disse...

*
uma boa escolha,
,
gosto dos poemas,
não gosto do desplante
do Abrunhosa,
porém, sei que ele tambem
náo necessita de mim !
,
brisas serenas,
,
*

Maria disse...

Amiga, excelente escolha, também eu gosto muito da música de Pedro Abrunhosa.
Beijinhos
Maria

Jacarée disse...

Canção de Abrunhosa
Mas quando o cantor tem uma musa,
não precisa de viola...
Bjs em seu coração

M@ria disse...

Não tenho cadernos.
Tudo o que escrevo,
escrevo nas paredes do meu quarto.
Se é para estar presa,
que seja entre quatro poemas...

¬ Rita Apoena ¬

Bom dia.......Beijos de coração prá coração..........M@ria