sábado, 30 de outubro de 2010

ESTRELAS NO CÉU DA BOCA



ESTRELAS NO CÉU DA BOCA




Um beijo aos lábios me aflora,
Teus lábios vêm-me à lembrança,
E qual mimada criança,
Eu quero já, quero agora.





Qualquer minuto é demora
Enquanto este beijo avança,
É longa qualquer andança
E eternidade é uma hora.





Que não se perca o momento
Nem caia no desalento
A vontade desta louca ...





Louca, sim ... mas de desejo
De ter e ver num só beijo
Estrelas no céu da boca.



@ Silvia Schmidt


Image and video hosting by TinyPic

6 comentários:

Sandra Botelho disse...

Oi minha querida ...
Linda poesia.
Gosto de todos os seus blogs, e continuarei a te seguir e a te visitar.
Me perdoe se não visito todos.
me desdobro pra dar ao menos da minha atenção e do meu catinho aos meus seguidores, ao menos aos que me visitam.
Mas me falta tempo pra visitar e comentar em todos.
Mil perdões viu.
Ah! Se desejar já que não gosta de meus blogs, fique a vontade pra deixar de segui-los tá!
Eu continuarei a vir aqui.
te cuida viu. Fica em paz.

Blue disse...

Lindo poema,
que me fez lembrar,
sabes do que?
Daquelas balas que explodem,
ao se chupá-las,
no céu de nossa boca!
Ave Maria,
que hora pra escrever,
essa bobagem toda,
se teu belo poema,
me deixou agora louco,
para um beijo
no céu da tua boca te dar!

Beijos, querida Renata Maria.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Sua boba, que disse que não gosto dos seus blogues? Tampouco eu visito todos, e vc é uma das que costumo visitar, ainda que não imediatamente.
Bom Fim de Semana, Sandrinha
Renata

Jacarée disse...

"ESTRELAS NO CÉU..."
Espectácular..Muita alegria e felicidade.
Bom-f-s
Bjs

SolBarreto disse...

Linda poesia!
Beijar....coisa boa rsrs e gostosa!

istoaquiestqualquercoisa disse...

O poema é delicado e saboroso, e a imagem é linda.
Beijos, priminha
Maria Renata