terça-feira, 28 de setembro de 2010

VOCÊ NÃO ME ENSINOU A TE ESQUECER* E EU GOSTAVA TANTO DE VOCÊ, GOSTAVA TANTO DE VOCÊ*




VOCÊ NÃO ME ENSINOU A TE ESQUECER* E EU GOSTAVA TANTO DE VOCÊ, GOSTAVA TANTO DE VOCÊ* 



Não vejo mais você faz tanto tempo 

Que vontade que eu sinto de olhar em seus olhos 

Ganhar seus abraços, é verdade eu não minto 

E nesse desespero em que me vejo 

Já cheguei a tal ponto de me trocar diversas vezes por você 

Só prá ver se te encontro 

Você bem que podia perdoar e só mais uma vez me aceitar 

Prometo agora vou fazer por onde nunca mais perdê-la

Agora que faço eu da vida sem você ? 

Você não me ensinou a te esquecer 

Você só me ensinou a te querer 

E te querendo eu vou tentando te encontrar 

Vou me perdendo buscando em outros braços seus abraços 

Perdido no vazio de outros passos 

Do abismo em que você se retirou e me atirou 

E me deixou aqui sozinho 

Agora que faço eu da vida sem você ? 

Você não me ensinou a te esquecer 

Você só me ensinou a te querer 

E te querendo eu vou tentando me encontrar 

E nesse desespero em que me vejo, 

Já cheguei a tal ponto de me trocar 

Diversas vezes por você só prá ver se te encontro


Você bem que podia perdoar e só mais uma vez me aceitar 

Prometo agora vou fazer por onde nunca mais perdê-la 

Agora que faço eu da vida sem você ? 

Você não me ensinou a te esquecer 

Você só me ensinou a te querer 

E te querendo eu vou tentando te encontrar 

Vou me perdendo buscando em outros braços seus abraços 

Perdido no vazio de outros passos 

Do abismo em que você se retirou e me atirou 

E me deixou aqui sozinho 

Agora que faço eu da vida sem você ? 

Você não me ensinou a te esquecer 

Você só me ensinou a te querer 

E te querendo eu vou tentando me encontrar 


Vou me perdendo buscando em outros braços seus abraços 

Perdido no vazio de outros passos  

Do abismo em que você se retirou e me atirou 

E me deixou aqui sozinho 

Agora que faço eu da vida sem você ? 

Você não me ensinou a te esquecer 

Você só me ensinou a te querer 



E te querendo eu vou tentando me encontrar 


Composição: Fernando Mendes / José Wilson / Lucas

8 comentários:

Amor feito Poesia disse...

Olham-me com teus olhos as estrelas maiores.
E como eu te amo, os pinheiros no vento,
querem cantar o teu nome, com suas folhas de cobre.

Pablo Neruda

Amor & paz no belo amanhecer!Beijos!! M@RIA

José disse...

Tu não me vás esquecer
eu também não vou de ti
eu sempre vou aparecer
ou aqui ou no EU E DAI

um beijinho, com carinho.
José.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Obrigada, meus amigos. Jamais me esqueço. Eu quero e vou estar sempre com vocês.
Lembremo-nos de que isso é um post. No entanto, em tudo o que fazemos, algo nosso, mais profundo, vai junto.
Beijos e Felicidades.
Renata

PRECIOSA disse...

Lindo! não canço de lêr seus poemas.
Sempre cheio de amor.....
Estarei sempre aqui, porque encontro o sabor da leitura e consigo viajar em suas escritas...
Amei o que deixastes em meu blog
Um belo comentário, e linda poesia

Beijos no coração
Preciosa Maria

Sonhadora disse...

Minha querida Renata
Amiga do coração, venho deixar-te o meu carinho e um beijinho, pela pessoa que és.

Sonhadora

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Boas-vindas e tudo de bom, Maria, és mesmo Preciosa!
Bom retorno, mminha querida Rosa!
Beijos para o nosso dia*******
Renata

BB disse...

Maravilloso..


Un abrazo
BB

RECANTO DA POESIA disse...

" De todas as Primaveras ...
A mais linda
Encontra-se nos olhos
De quem nos ama "

=- Bruno de Paula -=

Beijos de coração prá coração! M@ria