sábado, 1 de maio de 2010

EU BEBO A VIDA, A VIDA, A LONGOS TRAGOS, POEMA DE FLORBELA PARA O DIA TRABALHADOR


EU BEBO A VIDA, A VIDA, A LONGOS TRAGOS, POEMA DE FLORBELA PARA O DIA TRABALHADOR



Eu bebo a Vida, a Vida, a longos tragos

Como um divino vinho de Falerno!

Pousando em ti o meu amor eterno

Como pousam as folhas sobre os lagos…



Os meus sonhos agora são mais vagos…

O teu olhar em mim, hoje, é mais terno…

E a Vida já não é o rubro inferno

Todo fantasmas tristes e pressagos!



A vida, meu Amor, quer vivê-la!

Na mesma taça erguida em tuas mãos,

Bocas unidas hemos de bebê-la!



Que importa o mundo e as ilusões defuntas?…

Que importa o mundo e seus orgulhos vãos?…

O mundo, Amor?…

As nossas bocas juntas!…













5 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

O1/05/2010 EU BEBO A VIDA, A VIDA, A LONGOS TRAGOS, POEMA DE FLORBELA PARA O DIA TRABALHADOR.
Renata

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Desculpem-me o arranjo, ficou feio; retiro este pedido, pois o que vale é o gesto.
Bom Dia do Trabalhador para os trabalhadores grandes/pequenos nobres/plebeus, mas todos modestos.
Beijos

. intemporal . disse...

.

. !!! bel.íssimo . !!! brav.íssimo .

. entre.tragos a gosto . até ser a.gosto .

. até lá,,, a.maio.me aqui .

.

. e deixo um terno beijo .

.

. e o desejo de um bom fim de semana .

.

. paulo .

.

Isa disse...

Ñ peça desculpa!
Poema lindo,alma esplendorosa!
Beijo.
isa.

José disse...

Renata, Obrigada por esta postagem dedicada ao dia do trabalhador,
A meu ver o trabalhador vai perdendo o valor à medida que aumenta o desemprego,e aumentando também a ganância.

um beijinho grande,
José.