quinta-feira, 8 de abril de 2010

SÁBIO*************************************************



SÁBIO************************************


Fernando Pesssoa como Ricardo Reis


Sábio é o que se contenta

com o espetáculo do mundo,

E ao beber nem recorda

Que já bebeu na vida,

Para quem tudo é novo

E imarcescível sempre.



Coroem-no pâmpanos,

ou heras, ou rosas volúteis,

Ele sabe que a vida

Passa por ele e tanto

Corta à flor como a ele

De Átropos a tesoura.



Mas ele sabe fazer

que a cor do vinho esconda isto,

Que o seu sabor orgíaco

Apague o gosto às horas,

Como a uma voz chorando

O passar das bacantes.



E ele espera, contente

quase e bebedor tranqüilo,

E apenas desejando

Num desejo mal tido

Que a abominável onda

Não O molhe tão cedo.







7 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

SÁBIO****************************
Fernando Pesssoa como Ricardo Reis.
Renata

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

*E ele espera, contente

quase e bebedor tranqüilo,

E apenas desejando

Num desejo mal tido

Que a abominável onda

Não O molhe tão cedo*

Sábio é isto aí e o ++++ acima*
Apreciem *Howl*, de Florence and The Machine. Imperdível.
Beijos a todos e continuação de Boa Semana!
Renata
Fui porque tive que ir>

Wanderley Elian Lima disse...

Oklá amiga
Fernando Pessoa sempre nos encanta com seus poemas e ensinamentos.
Beijos

Sonhadora disse...

Minha querida
Lindo poema.
Deixo o meu carinho e um beijinho.

Sonhadora

http://voluntario05.blogspot.com disse...

Olá Renata

Belo este post com esta linda imagem. Adorei

Tenha um bom fim de semana minha amiga

Beijos

Alvaro

Daniel Costa disse...

Renata

Sábio, como se pode aferir da profundidade do poema, é o grande poeta de língua portuguesa, Fernando Pessoa que usando o seu nome próprio, quer nos seus heterónimos. É sempre importante rever poemas do grande senhor da cultura lusiada.
Beijos
Daniel

Alvaro Oliveira disse...

Amiga Renata

Adorei este belo poema!
é sempre adorável entrar neste
belo jardim.

Beijos

Alvaro