terça-feira, 30 de março de 2010

ÀS FLORES INTERROMPIDAS! ENCANTA-NOS, CAUBY!




ÀS FLORES INTERROMPIDAS! ENCANTA-NOS, CAUBY!





Ó Flor interrompida Flor da Vida


Salpicada do sangue multicores



Ouve atende esta súplica prece


Permeia de pacíficos odores


O campo onde se dá acirrada luta


Bruta inglória justa ou injusta


Na mente deste povo refloresce


O mesmo que impediu teu crescimento


Implanta aqui o teu renascimento


Tu que permaneceste germinante


A lâmina em ti não foi fulminante


Fora banhada na água de um amor


Abundante extenso e tão profundo



O maior amor que há nos vastos mundos


Que de tanto te amar e prantear


Murchou ao sol após a tua poda


Era rubra brilhante esplendorosa


A rosa cujo pranto generoso


Fecundou o chão árido rochoso


Agora honra tão honroso choro


Verte o mais amoroso e fértil pranto


Para que do solo irrompa com encanto


A Beleza esquecida e prometida


Às flores hoje ainda interrompidas





Poema de Renata M. P. Cordeiro









15 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

30/03/2010* ÀS FLORES INTERROMPIDAS! ENCANTA-NOS, CAUBY!
Renata

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Não falo só por mim. Esta é por todas as flores que vem sendo interrompidas: rosas de todas as cores* cravos também, inclusive o verde*, as rosas das Filipinas, a Rosas de Hiroshima, e o namoro da Papoula com a Rosa, do Jasmim com o Narciso, do Cravo e da Rosa. Nada mais é preciso.
Beijos

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

E para não dizer que falei das demais flores, falo das podadas ou ceifadas, vidas ceifadas por aquele que chegou sem avisar em qualquer lugar. E não tenho medo de assinar.
Renata M. P. Cordeiro

Wanderley Elian Lima disse...

Olá amiga
Um belo poema,existem várias flores interrompidas por aí. Essa música Ne me quitte pas, é um clássico d música mundial, e Cauby mandou bem.
Beijos

Fernanda disse...

Olá Renata,

Vim até aqui pela mão do amigo Daniel e deparo-me aqui com uma das minhas mais belas canções de amor de sempre.

Ne me quitte pas do meu muito amado Jacques Brell.

Esta versão..não deixa de ser uma versão, ninguém canta esta canção como o seu autor.

Beijinhos,

Fernanda disse...

Olá novamente Renata,

Só agora li o poema, mal cheguei fui logo ouvir o Ne me quitte pas e até me esqueci de comentar.

O tema é muito lacto mas entendo onde quer chegar.
As vidas de tantas "flores" ceifada, ou interrompida, como diz.

Beijinhos

Luciana disse...

Oi Rê
Que lindo esse poema e ser teu então melhor ainda. Bjs
Lu

Jacarée disse...

Lindissimo...
A vida é tudo isso que você poetizou.
Bjs

Fernanda disse...

Olá amiga Renata!

Just to let you know that you're in my thoughts.
If you're an English lover, I am actually and most probably the friend you're looking for.
Take a look at this Blog of mine
Fernanda Ferreira (Ná)

Páscoa muito Feliz.

Kisses and cuddles.

Pérola disse...

Beijos amada.
Uma feliz Páscoa.
Amei a sua postagem,Flores interrompidas sim e muitas.
beijokas.

mixtu disse...

poema intenso...
intenso
com muiot amor
lindo
lindo
como tu e as flores

abrazo serrano, meu e do meu filho

Emerson Donizeti Batista disse...

Amei suas flores interrompidas. Que elas continuem nos seus poemas lindos sempre!

Maria disse...

Amiga, as flores são pura magia da Natureza, adorei o seu poema assim como amo as flores.
Desejo-lhe uma a si e a toda a sua familia uma Santa e Feliz Páscoa.

Páscoa é libertação,
é amor e renovação
da fé, em Nosso Senhor.
Ele, sua vida nos deu
demonstrando seu imenso amor.

Sim por nós Ele morreu
mas na glória ressuscitou.
A mensagem que a Páscoa traz
é de amor alegria e esperança,
de que no mundo possa haver paz.

Abramos o coração,
Páscoa é tempo de partilhar
tempo de doar, de fraternidade e comunhão.
É tempo de amar
e ao próximo estender a mão.

Desconheço autor

Que a Luz do Senhor esteja sempre consigo, iluminando o seu caminho.
bjs
Maria

Táxi Pluvioso disse...

Flores temam o serpete do jardineiro e o gosto dos homens...

Boa Páscoa

Sandra Botelho disse...

Não poderia simplesmente dizer que teu poema está lindo. Porque ele está muito mais que isso. E sinceramente não tenho palavras para defini-lo.
Bjos achocolatados!