segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

A BELEZA DE BAUDELAIRE, AO POETA DANIEL COSTA


A BELEZA

Charles Baudelaire



Sou mais bela, ó mortais! que um sonho de granito,

E meu seio, onde vem cada um gemer de dor,

Foi feito para o poeta inspirar um amor

Semelhante à matéria, isto é, mudo e infinito.



Reino no azul como uma esfinge singular;

Meu coração é neve e ao mesmo tempo arminho;

Odeio o que se move e faz o desalinho,

E não sei o que é rir, nem sei o que é chorar.



Os poetas, ante as minhas grandes atitudes,

Que aos monumentos mais altivos emprestei,

Consumirão o ser nos estudos mais rudes;



Pois para esses servis amantes reservei

Um puro espelho em que é mais bela a realidade:

Meu olhar, largo olhar de eterna claridade!







10 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

São paulo, 14/12/2009, Baudelaire.
Escolha de Marta e Renata.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Daniel!
Esta singela publicação é para o grande Poeta Daniel Costa por tudo que ele tem feito por todos.
Muito obrigada, amigo!
Beijos,
Renata + Marta

Marta disse...

Bem-haja, Daniel...
Um abraço
Marta

José disse...

No espelho rude vi feflxos de mim
fiquei contento com que ele me devolvia.
devagarinho cheguei até aqui
para ver duas meninas bonitas, e linda poesia.

Um beijinho para Renata,
outra para a Marta.
Parabéns ao Daniel,

José

prosasdeoutono disse...

Olá Rê,

A Beleza...quem não a gostaria de prender e eternamente a amar??

Lindo poema

Beijinhos mil
Alex

Daniel Costa disse...

Renata

Gostei do poema evidentemente. Emocionalmente, perdoa mas não tenho palavras. Não é propositado, mas tinha escrito um poema hoje para te dedicar. Acabei por o por tornar a dedicatória extensiva à Marta, quem também há muito aprecio e por ser o parte integrante do blog.
Beijos de profundo agradecimento a ambas, Renata + Marta.
Daniel
Daniel

Daniel Costa disse...

Renata

Passei hoje, com mais disponibilidade sensorial, a reler o poema de Baudelaire. Não conhecia, adorei-o, como as coisas belas que um grande pensador produz.
O resto tinha dito.
Beijos,
Daniel

SAM disse...

Meninas..Dizer o que? Que estou com um sorriso de felicidade. Um post belíssimo para um poeta, um ser humano e sobretudo o amigo Daniel.


Meu carinho e beijos para voce Renata, Marta e Daniel.

Joe disse...

Boa escolha de poema para apresentar aos teus leitores =) Vim cá parar em busca de um outro texto (do escritor Filipe Campos Melo), mas claro que acabei por me demorar um pouquinho mais a ver as últimas novidades. Parabéns, qualquer blog que valorize a cultura deve ser bem estimado!

---

Joe
http://detrasdasombra.blogspot.com

Graça disse...

Ah, Baudelaire sempre magnífico. E o Daniel sempre um querido.

Beijinhos para as duas e para o Daniel também.