sábado, 7 de novembro de 2009

ANJO



ANJO
Sarah Mclachlan


Gastas o tempo à espera da segunda chance

Da oportunidade que tudo afastaria em definitivo

Há sempre um motivo

Para não te sentires bem o bastante

E torna-se mais difícil no fim do dia

Preciso de alguma distração

Oh, belo descanso

A lembrança vaza das minhas veias...

Deixa-me esvaziar  

Não pesar 

Quem sabe 

Eu encontre alguma paz 

Esta noite

Nos braços de um anjo voa para longe

Deste escuro e frio quarto de hotel

E da imensidade que tanto temes

És arrancado das ruínas do sono silente

Estás nos braços de um anjo

Que encontres algum conforto 

Tão cansado da linha reta

Para todo lugar que te voltas

Há abutres e ladrões às suas costas

E a tempestade contínua

Despenca num torvelinho

Insistes em construir a mentira

Que inventas por inveja do que não tens

Tanto faz escapar pela última vez

É mais fácil acreditar 

Nesta doce loucura

Nesta gloriosa tristeza 

Que me deixa pasmada

Estás nos braços de um anjo

Que encontres algum conforto

Tradução por
Renata Cordeiro







6 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Sábado, 07/11/2009, Sarah Mclachlan.
Renata Cordeiro

Vivian disse...

...a música e o poema
enfeitaram minha manhã,
e eu deixo beijos por isso!!

bom dia às duas meninas
desta linda casa!

Daniel disse...

Renata

Interessante e muito profundo o poema de Sarah Mclachlan, a valer a tua tradução e a estar bem no espaço e, oportuno no tempo.
Paira o anjo dos poetas e das poetisas, que fique sempre a nosso lado.
Beijos
Daniel

Vieira Calado disse...

Olá, bom dia, caríssima!
Acabo de postar o endereço do seu blog,
numa lista de amigos que recentemente publicaram poemas meus,
ou à minha poesia se referiram.
Muito obrigado.

Marta disse...

Gostei, Renata..
Uma boa escolha - uma lufada de ar para que se volte a confiar, a acreditar...
Também gostei muito do video...
Beijos e abraços
Marta

Luciana disse...

Que linda tradução adoro essa música assim como o filme.

Bjs