quarta-feira, 16 de setembro de 2009

1000 X 100, POEMA DE MARTA VINHAIS

1000 X 100
Marta Vinhais

Deixas-me 1000 beijos,

que eu multiplico por 100.

Não sei quantos dá!

Perdi-me.

Volto atrás e acrescento mais 100.

Mais demorados, mais ternos.

Na noite provocante,

tornam-se no meu mais secreto segredo.

Deixo que o dia seja banal.

Apago essa luz que, à noite, também

se multiplica por 100.

Na palma da mão,

com o indicador,

soletro um nome.

Desço,

inclino-me.

No pulso,

deposito mais 100.


6 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Marta, querida, está pronto. Espero que você goste!
Beijos,
Renata

Marta disse...

Lindo, Renata...
O video também...
Obrigada...
Beijos e abraços
Marta

Blue disse...

E de beijos em beijos,
todos os lábios beijar...

Beijos então!

tossan® disse...

O ke é esta pronto? Não importa, o que importa é que eu senti este beijo, dera fosse meu, mas...Nem sei se estou no lugar e na hora certa. Também não importa só vim dar um beijo na Renata.

Daniel Costa disse...

Renata

Gosto sempre dos poemas da amiga Marta. Não tenho dúvida, que tem muita imaginação e concretiza-a bem escrevendo poemas. Sai poesia interessante. Gosto de aprender com a diversidade de modos de escrever.
Depois também acho as ilustrações adequadas, outra arte que valoriza a primeira.
Beijos a ambas,
Daniel

Luciana disse...

Parabéns Marta gostei desse poema assim como os outros.
Bjinhos