domingo, 16 de agosto de 2009

MELANCOLIA, UM POEMA DE REGINA REIS


Linda manhã de Sol

Lá e cá...

Melancolia

Cá e lá...

Duas vidas

Dois sonhos

Dois desejos

Diferentes desejos

Sonhos desiguais

Vidas iguais

Uma só melancolia



(Livro "II Antologia de Poetas Lusófonos)

("L'amour au papillon" William de Bouguerau)

3 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Bom dia, querida Marta!
Gostei muito, muito mesmo. Com certeza, vc já viu poemas meus nesse estilo que tanto aprecio.
Um beijo,
Renata
PS: Ilustração 10! Bouguereau é excelente.

A.Tapadinhas disse...

Quem se ama não pode estar melancólico: o amor é felicidade!

Com a sua alma de poeta, deve lembrar a linda manhã de sol...

:)
António

Luciana disse...

Bela postagem da Marta.
Bjs