quarta-feira, 22 de julho de 2009

SAUDADES- (Janinha Mel)

Saudades, saudades
de Você
Quem em meu peito
se abrigou.
Saudades da
tua palavra
saudades do que
não tive
Mas que.
Consigo convive!!!
Saudades, ai
saudades da
tua presença
Saudades,
do que em meu
Coração ficou
SAUDADES, SAUDADES...




4 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Ana:
Eu não conhecia a autora e o poema é muito bonito. Obrigada pela partilha.
Beijos,
Renata

Marta disse...

Também não conhecia a autora..
Lindo o poema..
Beijos e abraços
Marta

Daniel Costa disse...

Renata

Bom poema, sempre o pendor artístico para a ilustração muito a propósito.
Saudades!...
Beijinhos
Daniel

If Only disse...

Realmente muito bonito o poema.
grande beijo