segunda-feira, 22 de junho de 2009

MEU PAR, UM POEMA DE MARIA DO CARMO LIMA BOMFIM


Meu Par



O papel em branco
que a tantos aterroriza
que a mim não dá medo;
é meu companheiro
nas andanças do dia-a-dia
Carrego-o para todos os lugares
e se alguma idéia me surge de surpresa
ou me toma por inteiro
recorro a ele
- meu testemunho, calado
de tudo o que penso desejo
E não falo




Maria do Carmo de Lima Bomfim (Carmo Bomfim)
(II Antologia de Poetas Lusófonos)
(Foto "Linhas" Paulo Medeiros, Olhares)

2 comentários:

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Gostei muito, Marta.
Um beijo,
Renata

Luciana disse...

Parabéns para a Marta linda postagem.


Bjs